sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Voltei

Depois de anos...(risos) -dramática!
Decidi escrever... O motivo de parar, ninguém lê!
Mas nesse tempo escrevi um pouco no Word, mas também parei, as frases começaram a soar tristes novamente aconteceu muita coisa nesse período, bom, enfim as frases abaixo são as do Word e no próximo post vou esclarecer algumas tristezas!

Pensamentos são muitos, todos bagunçados, loucos... Devaneios...
E nessa bagunça de sentimentos estão minhas frases loucas, sem contexto, sem muita fé...
Usurpando muitas vezes algumas poesias, e outras criadas, juntas, separadas!
E nessa correria ninguém entende ninguém vê, a vida continua mesmo sem mais ter vida!
Se fazem vincos em sua testa, o motivo não sei por quê...
Seriam tão insanas as minhas palavras, ou elas te confundem...
Te cegam, te mudam...
Te pensam!
Te matam...
______________________________________________________________________
A decadência faz parte!

O tempo diminui 
 A graça se perde!
Daí a linguagem poética lhe cabe!
A inteligência nas palavras se mostra!
A tristeza no olhar também!
E a empolgação de um futuro prometido me anseia!
O que esta por vir?
______________________________________________________________________
O desânimo gera o acomodo e o acomodo cansa...

O cansaço mata!
Consome, devasta!
Pessoas movidas pelo desânimo não se movem. Paradas, verdadeiras morto-vivas, vivem num mundo onde tudo esta sempre bom e o medo de arriscar as impedem de tentar...
Amargas, sempre sem opinião, sem amor, sem palavras...
______________________________________________________________________
Todos me enganaram, me iludiram, mostraram que na hora certa o errado aconteceria.
E suas mascaras, lindas e nobres, cairiam perante a mim, e seus olhares ternuosos se tornaram envergonhados e raivosos!
Amor e ódio andam juntos?
A insanidade consome as cabeças fracas e inconformadas...
O insano é perigoso, incerto, imprevisível...

Um comentário:

  1. eu sempre leio viu....rs
    saudaaaaade!

    bjoooos

    Than a Anninha

    ResponderExcluir